sexta-feira, março 29, 2013

Exercício de Filosofia: Sócrates.


01. Tudo que sabemos da vida e do pensamento do filósofo grego Sócrates é proveniente de comentários que surgiram das obras dos seus principais seguidores. Nesse contexto, marque a alternativa que NÃO retrata um dos discípulos de Sócrates:
a) Platão
b) Aristófanes.
c) Cícero.
d) Xenofonte.

02. Sócrates nasceu em Atenas e foi lá que ele viveu toda a sua vida. Desde pequeno ele se manifestou como uma pessoa de bastante inteligência. Foi nesse período que alguns oráculos gregos afirmaram que Sócrates seria o mais sábio dos homens. E foi na filosofia que Sócrates se destacou, principalmente pelo seu método filosófico que era denominado de:
a) Maiêutica.
b) Episteme.
c) Doxa.
d) Alethéia.

03. (UFU-MG) Sócrates é tradicionalmente considerado um marco divisório da filosofia grega. Os filósofos que o antecederam são chamados de pré-socráticos. Seu método, que parte do pressuposto “só sei que nada sei”, é a maiêutica que tem como objetivo:

I – “dar luz a ideias novas, buscando o conceito”.
II – partir da ironia, reconhecendo a ignorância até chegar ao conhecimento.
III – encontrar as contradições das ideias para chegar ao conhecimento.
IV – trazer as ideias do céu a terra.

Assinale:
a)Se apenas I e II estiverem corretas.
b)Se apenas I e III estiverem corretas.
c)Se apenas II, III e IV estiverem corretas.
d)Se III e IV estiverem corretas.
e)Se I e IV estiverem corretas.

04. O método argumentativo de Sócrates (469 – 399 a.C.) consistia em dois momentos distintos: a ironia e a maiêutica. Sobre a ironia socrática, pode-se afirmar que:

I – Torna o interlocutor um mestre na argumentação sofística.
II – Leva o interlocutor à consciência de que seu saber era baseado em reflexões, cujo conteúdo era repleto de conceitos vagos e imprecisos.
III – tinha um caráter purificador, à medida que levava o interlocutor confessar suas próprias contradições e ignorâncias.
IV – tinha um sentido depreciativo e sarcástico da posição do interlocutor.

Assinale:
a)Se apenas a afirmação III é correta. 
b)Se as afirmações I e IV são corretas. 
c)Se apenas a afirmação IV é correta. 
d)Se as afirmações II e III são corretas.

05. Sócrates, com base no pressuposto “só sei que nada sei”, que consiste justamente de reconhecer sua própria ignorância, inicia a busca do saber. Por essa razão seu método começa pela fase considerada “destrutiva”, a ironia, indo na direção à maiêutica, para dar luz as novas ideias. Sócrates privilegia as questões morais, por isso o vemos em muitos diálogos perguntando em que consiste a coragem, a covardia, a piedade, a justiça e assim por diante. Dessa forma, por meio de perguntas, destrói o saber constituído para reconstruí-lo na procura da definição do conceito:

Com base no texto e nos conhecimentos sobre a virtude em Sócrates, assinale a opção certa:

I – Para Sócrates, a razão não deve dominar a parte inferior do ser humano, mas este deve avaliar e seguir os desejos que podem produzir mais satisfação.
II- Para Sócrates, o erro e o mal vêm da ignorância. O verdadeiro conhecimento das coisas e de nós mesmos nos levará ao bem e à felicidade.
III – O método de Sócrates consiste em construir definições que devem descobrir a essência imutável da realidade.
IV – A frase “conhece-te a ti mesmo” no pensamento de Sócrates não tem importância. Para ele não se trata de conhecer os limites do ser humano, mas de buscar a verdade relativa a cada um.

Estão corretas as afirmativas:
a) I e II;
b) I e III;
c) II e III;
d) I, III e IV;
e) II, III e IV;

06. Há uma famosa frase que o filósofo grego Sócrates, disse em um momento, "Só sei que nada sei”, Pois bem, essa frase sintetiza muito sobre a busca infinita que o homem tem que ter para construir o seu conhecimento. Nesse contexto é incorreto afirmar que:
a) Quando Sócrates falou essa frase, ele se refere a inferioridade que todo o seu conhecimento tinha em relação ao conhecimento que o mundo pode ainda lhe oferecer.
b) A frase mostra que o homem sempre tem que está buscando novas formas de conhecimento, sempre ampliando a sua inteligência.
c) Podemos dizer que, quando Sócrates falou essa frase, ele reconheceu a sua própria ignorância como ponto de partida e abertura para o ato de sempre está em processo de construção do conhecimento.
d) É válido ressaltar que, Sócrates estava preocupado em se autodenominar como o filosofo mais inteligente da Grécia naquele momento.

7. De acordo com o pensamento de Sócrates, a finalidade da vida é a felicidade, que estaria na capacidade do ser humano viver em busca do saber. Bem nesse contexto, a filosofia socrática tinha como finalidade:
a)A busca pela discórdia na vida em sociedade.
b)A construção do conhecimento individual.
c)A busca pelo bem na vida em sociedade.
d)Elaborar uma filosofia voltada apenas para os filósofos e intelectuais.

8. O instrumento racional utilizado pelo método socrático para o exercício de sua atividade intelectual e filosófica foi:
a)Agressões Verbais.
b)O Diálogo.
c)A Intriga.
d)O fingimento.

09. (UFU – MG 2004) O trecho abaixo faz uma referência ao procedimento investigativo adotado por Sócrates.
“O fato é que nunca ensinei pessoa alguma. Se alguém deseja ouvir-me quando falo ou me encontro no desempenho de minha missão, quer se trate de moço ou velho (...) me disponho a responder a todos por igual, assim os ricos como os pobres, ou se o preferirem, a formular-lhes perguntas, ouvindo eles o que lhes falo.” PLATÃO. Apologia de Sócrates. Belém: EDUFPA, 2001. (33a – b)
Marque a alternativa que melhor representa o “método” socrático.

a) Sócrates nada ensina porque apenas transmite aquilo que ouve do seu daímon. Seu procedimento consiste em discursar, igualmente para qualquer ouvinte, com longos discursos demonstrativos retirados da tradição poética ou com perguntas que levam o interlocutor a fazer o mesmo. A ironia é o expediente utilizado contra os adversários, cujo objetivo é somente a disputa verbal.
b) A profissão de ignorância e a ironia de Sócrates fazem parte do seu procedimento geral de refutação por meio de perguntas e respostas breves (o élenkhos), e constituem um meio de reverter os argumentos do interlocutor para fazê-lo cair em contradição. A refutação socrática revela a presunção de saber do adversário, pela insuficiência de suas definições e pela aporia.
c) Sócrates nunca ensina pessoa alguma, porque a profissão de ignorância caracteriza o modo pelo qual encoraja seus discípulos a adquirirem sabedoria diretamente do deus do Oráculo de Delfos. A ironia socrática é uma dissimulação que, pela zombaria, revela as verdadeiras disposições do pequeno número dos que se encontram aptos para a Filosofia.
d) Sócrates nunca ensina pessoa alguma sem antes testar sua aptidão filosófica por meio de perguntas e respostas. Seu procedimento consiste em destruir as definições do adversário por meio da ironia. A ignorância socrática encoraja o adversário a revelar suas opiniões verdadeiras que, pela refutação, dão a medida da aptidão para a vida filosófica.

10. (Uncisal 2011) Na Grécia Antiga, o filósofo Sócrates ficou famoso por interpelar os transeuntes e fazer perguntas aos que se achavam conhecedores de determinado assunto. Mas durante o diálogo, Sócrates colocava o interlocutor em situação delicada, levando-o a reconhecer sua própria ignorância. Em virtude de sua atuação, Sócrates acabou sendo condenado à morte sob a acusação de corromper a juventude, desobedecer às leis da cidade e desrespeitar certos valores religiosos. Considerando essas informações sobre a vida de Sócrates, assim como a forma pela qual seu pensamento foi transmitido, pode-se afirmar que sua filosofia:
a) transmitia conhecimentos de natureza científica.
b) baseava-se em uma contemplação passiva da realidade.
c) transmitia conhecimentos exclusivamente sob a forma escrita entre a população ateniense.
d) ficou consagrada sob a forma de diálogos, posteriormente redigidos pelo filósofo Platão.
e) procurava transmitir às pessoas conhecimentos de natureza mitológica.

11. (UEM – Adaptada) Sócrates representa um marco importante da história da filosofia. Enquanto a filosofia pré-socrática se preocupava com o conhecimento da natureza (physis), Sócrates procurava o conhecimento indagando o homem. Assinale a alternativa incorreta sobre Sócrates:
a) O método socrático compõem-se de duas partes: a ironia e a maiêutica;
b) Tal como os sofistas, Sócrates costumava cobrar dinheiro pelos seus ensinamentos;
c) Sócrates, ao afirmar que só sabia que nada sabia, queria com isso, sinalizar a necessidade de adotar uma nova atitude diante do conhecimento e aponta um novo caminho para a sabedoria;
d) Discípulo de Sócrates, Platão utilizou, como protagonista da maior parte de seus diálogos, o seu mestre.

12. (UEL) Sócrates inaugura o período clássico da filosofia grega, também chamado de período antropológico. O problema do conhecimento passou a ser uma problemática central na filosofia socrática, pois "a briga" de Sócrates com os sofistas tinha por objetivo resgatar o amor pela sabedoria e a valorização pela busca da verdade. Nesse contexto, Sócrates inaugura seu método que se fundamenta em dois princípios básicos, que são:
A) A indução e dedução das verdades lógicas;
B) A doxa e o lógos convergindo para o conceito racional.
C) A ironia e a Maiêutica enquanto caminhos para conhecer a verdade através do autoconhecimento (conhecer-te a ti mesmo).
D) O diálogo e a dúvida dialética.
E) A amizade e a justiça social.



 ############################################################################################################























01. Tudo que sabemos da vida e do pensamento do filósofo grego Sócrates é proveniente de comentários que surgiram das obras dos seus principais seguidores. Nesse contexto, marque a alternativa que NÃO retrata um dos discípulos de Sócrates:
a) Platão
b) Aristófanes.
c) Cícero.
d) Xenofonte.

02. Sócrates nasceu em Atenas e foi lá que ele viveu toda a sua vida. Desde pequeno ele se manifestou como uma pessoa de bastante inteligência. Foi nesse período que alguns oráculos gregos afirmaram que Sócrates seria o mais sábio dos homens. E foi na filosofia que Sócrates se destacou, principalmente pelo seu método filosófico que era denominado de:
a) Maiêutica.
b) Episteme.
c) Doxa.
d) Alethéia.

03. (UFU-MG) Sócrates é tradicionalmente considerado um marco divisório da filosofia grega. Os filósofos que o antecederam são chamados de pré-socráticos. Seu método, que parte do pressuposto “só sei que nada sei”, é a maiêutica que tem como objetivo:

I – “dar luz a ideias novas, buscando o conceito”.
II – partir da ironia, reconhecendo a ignorância até chegar ao conhecimento.
III – encontrar as contradições das ideias para chegar ao conhecimento.
IV – trazer as ideias do céu a terra.

Assinale:
a)Se apenas I e II estiverem corretas.
b)Se apenas I e III estiverem corretas.
c)Se apenas II, III e IV estiverem corretas.
d)Se III e IV estiverem corretas.
e)Se I e IV estiverem corretas.

04. O método argumentativo de Sócrates (469 – 399 a.C.) consistia em dois momentos distintos: a ironia e a maiêutica. Sobre a ironia socrática, pode-se afirmar que:

I – Torna o interlocutor um mestre na argumentação sofística.
II – Leva o interlocutor à consciência de que seu saber era baseado em reflexões, cujo conteúdo era repleto de conceitos vagos e imprecisos.
III – tinha um caráter purificador, à medida que levava o interlocutor confessar suas próprias contradições e ignorâncias.
IV – tinha um sentido depreciativo e sarcástico da posição do interlocutor.

Assinale:
a)Se apenas a afirmação III é correta. 
b)Se as afirmações I e IV são corretas. 
c)Se apenas a afirmação IV é correta. 
d)Se as afirmações II e III são corretas.

05. Sócrates, com base no pressuposto “só sei que nada sei”, que consiste justamente de reconhecer sua própria ignorância, inicia a busca do saber. Por essa razão seu método começa pela fase considerada “destrutiva”, a ironia, indo na direção à maiêutica, para dar luz as novas ideias. Sócrates privilegia as questões morais, por isso o vemos em muitos diálogos perguntando em que consiste a coragem, a covardia, a piedade, a justiça e assim por diante. Dessa forma, por meio de perguntas, destrói o saber constituído para reconstruí-lo na procura da definição do conceito:

Com base no texto e nos conhecimentos sobre a virtude em Sócrates, assinale a opção certa:

I – Para Sócrates, a razão não deve dominar a parte inferior do ser humano, mas este deve avaliar e seguir os desejos que podem produzir mais satisfação.
II- Para Sócrates, o erro e o mal vêm da ignorância. O verdadeiro conhecimento das coisas e de nós mesmos nos levará ao bem e à felicidade.
III – O método de Sócrates consiste em construir definições que devem descobrir a essência imutável da realidade.
IV – A frase “conhece-te a ti mesmo” no pensamento de Sócrates não tem importância. Para ele não se trata de conhecer os limites do ser humano, mas de buscar a verdade relativa a cada um.

Estão corretas as afirmativas:
a) I e II;
b) I e III;
c) II e III;
d) I, III e IV;
e) II, III e IV;

06. Há uma famosa frase que o filósofo grego Sócrates, disse em um momento, "Só sei que nada sei”, Pois bem, essa frase sintetiza muito sobre a busca infinita que o homem tem que ter para construir o seu conhecimento. Nesse contexto é incorreto afirmar que:
a) Quando Sócrates falou essa frase, ele se refere a inferioridade que todo o seu conhecimento tinha em relação ao conhecimento que o mundo pode ainda lhe oferecer.
b) A frase mostra que o homem sempre tem que está buscando novas formas de conhecimento, sempre ampliando a sua inteligência.
c) Podemos dizer que, quando Sócrates falou essa frase, ele reconheceu a sua própria ignorância como ponto de partida e abertura para o ato de sempre está em processo de construção do conhecimento.
d) É válido ressaltar que, Sócrates estava preocupado em se autodenominar como o filosofo mais inteligente da Grécia naquele momento.

7. De acordo com o pensamento de Sócrates, a finalidade da vida é a felicidade, que estaria na capacidade do ser humano viver em busca do saber. Bem nesse contexto, a filosofia socrática tinha como finalidade:
a)A busca pela discórdia na vida em sociedade.
b)A construção do conhecimento individual.
c)A busca pelo bem na vida em sociedade.
d)Elaborar uma filosofia voltada apenas para os filósofos e intelectuais.

8. O instrumento racional utilizado pelo método socrático para o exercício de sua atividade intelectual e filosófica foi:
a)Agressões Verbais.
b)O Diálogo.
c)A Intriga.
d)O fingimento.

09. (UFU – MG 2004) O trecho abaixo faz uma referência ao procedimento investigativo adotado por Sócrates.
“O fato é que nunca ensinei pessoa alguma. Se alguém deseja ouvir-me quando falo ou me encontro no desempenho de minha missão, quer se trate de moço ou velho (...) me disponho a responder a todos por igual, assim os ricos como os pobres, ou se o preferirem, a formular-lhes perguntas, ouvindo eles o que lhes falo.” PLATÃO. Apologia de Sócrates. Belém: EDUFPA, 2001. (33a – b)
Marque a alternativa que melhor representa o “método” socrático.

a) Sócrates nada ensina porque apenas transmite aquilo que ouve do seu daímon. Seu procedimento consiste em discursar, igualmente para qualquer ouvinte, com longos discursos demonstrativos retirados da tradição poética ou com perguntas que levam o interlocutor a fazer o mesmo. A ironia é o expediente utilizado contra os adversários, cujo objetivo é somente a disputa verbal.
b) A profissão de ignorância e a ironia de Sócrates fazem parte do seu procedimento geral de refutação por meio de perguntas e respostas breves (o élenkhos), e constituem um meio de reverter os argumentos do interlocutor para fazê-lo cair em contradição. A refutação socrática revela a presunção de saber do adversário, pela insuficiência de suas definições e pela aporia.
c) Sócrates nunca ensina pessoa alguma, porque a profissão de ignorância caracteriza o modo pelo qual encoraja seus discípulos a adquirirem sabedoria diretamente do deus do Oráculo de Delfos. A ironia socrática é uma dissimulação que, pela zombaria, revela as verdadeiras disposições do pequeno número dos que se encontram aptos para a Filosofia.
d) Sócrates nunca ensina pessoa alguma sem antes testar sua aptidão filosófica por meio de perguntas e respostas. Seu procedimento consiste em destruir as definições do adversário por meio da ironia. A ignorância socrática encoraja o adversário a revelar suas opiniões verdadeiras que, pela refutação, dão a medida da aptidão para a vida filosófica.

10. (Uncisal 2011) Na Grécia Antiga, o filósofo Sócrates ficou famoso por interpelar os transeuntes e fazer perguntas aos que se achavam conhecedores de determinado assunto. Mas durante o diálogo, Sócrates colocava o interlocutor em situação delicada, levando-o a reconhecer sua própria ignorância. Em virtude de sua atuação, Sócrates acabou sendo condenado à morte sob a acusação de corromper a juventude, desobedecer às leis da cidade e desrespeitar certos valores religiosos. Considerando essas informações sobre a vida de Sócrates, assim como a forma pela qual seu pensamento foi transmitido, pode-se afirmar que sua filosofia:
a) transmitia conhecimentos de natureza científica.
b) baseava-se em uma contemplação passiva da realidade.
c) transmitia conhecimentos exclusivamente sob a forma escrita entre a população ateniense.
d) ficou consagrada sob a forma de diálogos, posteriormente redigidos pelo filósofo Platão.
e) procurava transmitir às pessoas conhecimentos de natureza mitológica.

11. (UEM – Adaptada) Sócrates representa um marco importante da história da filosofia. Enquanto a filosofia pré-socrática se preocupava com o conhecimento da natureza (physis), Sócrates procurava o conhecimento indagando o homem. Assinale a alternativa incorreta sobre Sócrates:
a) O método socrático compõem-se de duas partes: a ironia e a maiêutica;
b) Tal como os sofistas, Sócrates costumava cobrar dinheiro pelos seus ensinamentos;
c) Sócrates, ao afirmar que só sabia que nada sabia, queria com isso, sinalizar a necessidade de adotar uma nova atitude diante do conhecimento e aponta um novo caminho para a sabedoria;
d) Discípulo de Sócrates, Platão utilizou, como protagonista da maior parte de seus diálogos, o seu mestre.

12. (UEL) Sócrates inaugura o período clássico da filosofia grega, também chamado de período antropológico. O problema do conhecimento passou a ser uma problemática central na filosofia socrática, pois "a briga" de Sócrates com os sofistas tinha por objetivo resgatar o amor pela sabedoria e a valorização pela busca da verdade. Nesse contexto, Sócrates inaugura seu método que se fundamenta em dois princípios básicos, que são:
A) A indução e dedução das verdades lógicas;
B) A doxa e o lógos convergindo para o conceito racional.
C) A ironia e a Maiêutica enquanto caminhos para conhecer a verdade através do autoconhecimento (conhecer-te a ti mesmo).
D) O diálogo e a dúvida dialética.
E) A amizade e a justiça social.



 ############################################################################################################






















13 comentários:

Victória Maria disse...

Gabarito?

larissa costa disse...

cabarito ?

Helena Farias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Helena Farias disse...

Por favor me envie o gabarito, o 6° estou com dúvidas!

Helena Farias disse...

Vc conseguiu o gabarito?me enviar por favor

Helena Farias disse...

Vc conseguiu o gabarito?me enviar por favor

abraao nunes da silva Nunes disse...

Helena, eu não sou nenhum sábio, nem professor, mas se posso te ajudar diria que a resposta da questão 6 é D, pois quando Sócrates anuncia essa famosa frase ele está auto se declarando um ignorante, logo as três alternativas acima estão coerentes e, como a questão pede a alternativa falsa, a resposta seria a D. Sócrates nunca se declararia o mais sábio, pois ele próprio reconhecia ser ignorante em muitos aspectos da vida.

Julia Teodoro disse...

Acho que esse é o gabarito,caso não esteja correto me corrijam por favor: 1c,2a,3b,4d,5e,6d,7b,8b

Pedro Badziak disse...

CREIO EU QUE,
9:B
10:D
11:B
12:C

Unknown disse...

Alguém pode me confirmar e a questao 5 e a letra E

Thais Cristina disse...

Alguém pode me confirmar e a questao 5 e a letra E

Thais Cristina disse...

To com duvida na questão 5 e a letra E.

Matheus Dantas disse...

A questão 3 é a letra B?